Quem paga a Perícia Grafotécnica ?

Quem paga a perícia Grafotécnica ? Perícia grafotécnica é baseada na premissa de que dois indivíduos não podem produzir a mesma caligrafia. Mas você sabe quem deve pagar o serviço quando solicitado?

Quem paga a perícia Grafotécnica

De fato, alguns serviços, como, por exemplo, a perícia de assinatura (ou grafotécnica), ainda são desconhecidos por muitas pessoas.

Entretanto, essa perícia extremamente técnica e com fundamentos no grafismo definidos por Edmond Solange Pellat, é providencial para diagnosticar fraudes em escritas.

O procedimento dessa perícia é basicamente o confronto de duas situações, ou seja, a assinatura autêntica e a duvidosa.

Naturalmente existe um custo quando solicitado essa análise em assinaturas, afinal, envolve o trabalho de um especialista, o perito grafotécnico.

E se você está envolvido em alguma situação em que necessitará dos serviços deste profissional, certamente deve estar se perguntando: quem paga a perícia grafotécnica ? Pois continue lendo este artigo que iremos esclarecer.

O perito grafotécnico é um profissional que estuda técnicas bem específicas para poder exercer a profissão, que é considerada peculiar no Brasil.

O que é a perícia grafotécnica?

Em síntese, é uma teoria baseada na premissa de que dois indivíduos, mesmo com todos os esforços, não podem escrever da mesma maneira (qualquer palavra ou assinatura).

Cada pessoa tem uma escrita única, como uma impressão digital, e representa uma característica individual.

Algumas pessoas, no entanto, podem compartilhar características de escrita semelhantes, mas a probabilidade da mesma letra é rara ou mesmo impossível.

Em alguns casos, as letras manuscritas de pessoas diferentes podem parecer semelhantes e pode ser difícil dizer a diferença.

Infelizmente, existem pessoas que podem imitar a letra de outras com o objetivo de falsificar documentos.

Como resultado, desavisados podem, por exemplo, perder seu dinheiro em diferentes cenários por meio da falsificação de assinaturas.

Neste contexto, é aqui que a análise de caligrafia se torna útil, pois ela verifica a credibilidade de diferentes assinaturas.

Veja então, que a perícia grafotécnica pode ser útil desde atestar que a assinatura é falsificada em documentos, até fraudes em atestados médicos, cartas escritas anonimamente e muito mais.

Enfim, sempre que existir a necessidade de comprovar a autenticidade de uma escrita, a perícia de assinatura será muitíssimo útil.

perícia grafotécnica

Como é feita a perícia grafotécnica?

Em síntese, é uma análise realizada com base na confrontação, ou seja, compara-se a peça questionada – objeto de investigação perito, com outros documentos e escritos comprovadamente feitos pela pessoa em questão.

Neste momento, portanto, deverá ser comparado:

Forma da letra

Elementos como inclinações, curvas, tamanhos comparáveis de letras (entre sua altura e largura, letras altas e curtas), inclinações e aparência de linhas de conexão.

Forma da linha

Consistem em linhas suaves ou escuras que indicam a velocidade da escrita e também a pressão aplicada pelo escritor.

Formatação geral

Inclui o espaçamento entre letras e palavras, a colocação das palavras em uma frase, igualmente o espaço que um escritor deixa nas margens.

Também envolve o espaçamento entre as linhas para verificar se os traços nas linhas têm semelhanças.

Estes são apenas alguns elementos analisados; a perícia grafotécnica envolve vários outros exames.

Quanto custa uma perícia grafotécnica?

Eu sei que deve estar querendo saber quem paga a perícia grafotécnica, mas calma, já vamos chegar lá! Vamos antes esclarecer quanto custa este serviço.

O valor base de custo de uma perícia destas fica na casa dos R$2.500,00, na esfera extra-judicial. No entanto, se o acaso for de extrema complexidade, o valor pode ser de até 3 vezes mais.

Este custo é combinado entre o perito e contratante. Muitas vezes o perito é contratado pelo próprio sistema judicial.

Entretanto, se for recrutado dentro de um processo judicial, o valor pode chegar a uma média de R$4.000,00. Mas, como dito, pode ser contratado por uma pessoa ou empresa antes mesmo de um processo judicial acontecer.

E saiba que o que não faltam são casos onde um perito é necessário, desde escrituras de casa até testamentos.

OK, agora que já sabe quem e como é feita a perícia grafotécnica, vamos ao que interessa: quem paga a perícia grafotécnica.

Quem paga a perícia grafotécnica?

A perícia de assinatura pode ser paga por uma pessoa física, uma empresa, como um escritório de advocacia, por exemplo.

Mas muitas vezes até mesmo o sistema judicial se encarrega de fazer o pagamento ao perito, caso o objeto seja alvo de processo na justiça.

Por exemplo: imagine que você tenha recebido um cheque (ou promissória) e quando for executar este título o autor afirme que a assinatura do docuemnto não é sua; isso pode acontecer mesmo que ele tenha assiando na sua frente, infelizmente

Se o valor for considerável, certamente você irá buscar um advogado para provar que a assinatura é autêntica e tentar receber o valor.

O advogado, nesta situação, certamente irá querer fazer uma perícia grafotécnica extrajudicial, para reforçar sua petição inicial e até mesmo ter a certeza de que você diz a verdade. Neste caso você é quem pagará por esta perícia e o valor será o "de mercado", ou seja, negociado diretamente com o perito que contratar.

Agora imagine nesta mesma situação que você não tenha acesso aos padrões de confronto do autor para poder fazer a perícia; assim apenas o juiz poderá determinar que este autor forneça os padrões e então a perícia deverá ser solicitada dentro do processo judicial. Neste caso então, sendo você o solicitante da perícia (através de seu advogado) certamente o juíz determinará que você pague por ela. É claro que se ganhar o processo, poderá pedir que a parte vencida o reembolse.

Quem pode fazer a perícia grafotécnica?

Apesar de parecer ser um trabalho simples, existe toda uma complexidade e responsabilidade envolvida no ramo.

Por isso, apenas profissionais habilitados e com competência comprovada podem fazer este trabalho.

ebook como se tornar um perito grafotécnico

Pois, é ele quem detém os conhecimentos de grafoscopia, o que lhe permite emitir laudos comparando a peça questionada com os padrões de confronto – que são os documentos utilizados para comparação.

É necessário, portanto, fazer um curso voltado para a área para exercer esta profissão

Quanto ganha um perito grafotécnico?

Se chegou até aqui deve estar curioso para saber o quanto ganha um perito grafotécnico. Pois então continue lendo que vamos revelar!

Certamente pode-se ganhar bem sendo um perito grafotécnico. Para ter ideia, em média, esse perito pode receber até R$2.500,00 por assinatura verificada.

Obviamente, isto pode variar, dependendo da complexidade do trabalho executado, o tempo que leva para concluir a perícia entre outros fatores.

Como dito, em caso de perícia grafotécnica judicial, este valor pode chegar a expressivos R$4.000,00.

Contudo, primeiramente, um juiz nomeia um perito para apresentar seus honorários e após o pagamento, a análise começa. Portanto, você recebe o valor antes de a perícia ser realizada. Mas claro que depende da aprovação judicial.

curso de perito grafotécnico

Vantagens de ser um perito grafotécnico

Inegavelmente, a rapidez e facilidade para se formar um perito é a mais interessante entre as vantagens.

O curso não é cansativo, tão pouco longo para você ser um perito grafotécnico. E o melhor – é uma área fascinante!

Existem ainda outras vantagens, as quais são:

  • Alta demanda: existe falta de profissionais no mercado. Portanto, não vai ser difícil você encontrar trabalho;

  • Excelentes honorários: como já mencionamos aqui, paga-se muito bem por perícia realizada, muitas vezes em apenas um trabalho você vai faturar o que ganha por mês em outro emprego;

  • Baixo investimento: você não vai precisar comprar materiais caros para ser um perito, e os cursos possuem preços altamente acessíveis.

Além disso, pode ser uma fonte de renda alternativa: se você não quiser, não precisa largar seu atual emprego para ser um perito grafotécnico. É possível conciliar outras atividades!

Como se tornar um perito grafotécnico?

Para se tornar um perito grafotécnico é fácil e rápido!

Você pode optar por um curso totalmente online, completamente acessível e em 22 horas você já está pronto para ingressar no mercado!

Exatamente isso que você leu, pois, graças a internet não há necessidade de se deslocar para estudar grafoscopia.

Lembramos que ao aderir aos cursos EAD, você estuda em casa, recebe material de apoio como apostila, modelo de laudo, modelo de petições, etc.

Além disso, ainda tem suporte com professor conceituado e também dicas extras através de aulas bônus.

E é claro, ainda recebe um certificado (isso é essencial para a profissão) com reconhecimento em todo Brasil.

Sem esquecer de mencionar que todos os cursos on-line são extremamente mais acessíveis financeiramente.

Onde fazer o curso de perito grafotécnico?

Aproveite essa oportunidade de aumentar sua renda significativamente, trabalhando com agendamentos ou mesmo compartilhando com outra profissão.

Tenha mais tempo com sua família investindo na sua formação como perito. Imagine essa mudança para sua vida tornando-se um profissional da perícia grafotécnica.

Interessou-se?

É muito simples! Se você deseja saber como se especializar nesta incrível e promissora profissão, clique aqui e inscreva-se no curso!

Torne-se um Perito Grafotécnico e conquiste uma nova Fonte de Renda!

Se você sabe da importância de ter uma segunda fonte de renda então a profissão de perito grafotécnico é ideal, pois pode ser exercida nas horas vagas e dá excelente retorno financeiro.

Vale aqui relembrar as vantagens da profissão:

curso-de-perito-grafotecnicoPode ser exercida em paralelo com seu emprego ou seu negócio;

curso-de-perito-grafotecnicoPode ser exercida nas horas vagas, inclusive aos fins de semana;

curso-de-perito-grafotecnicoTrabalho bem simples, qualquer pessoa pode aprender a fazer;

curso-de-perito-grafotecnicoFormação rápida: basta fazer um curso de 22 horas/aula;

curso-de-perito-grafotecnicoMercado com grande demanda;

curso-de-perito-grafotecnicoDá rendimentos de R$ 20 mil mensais ou mais;

curso-de-perito-grafotecnicoInvestimento baixíssimo no curso: bem menor do que a mensalidade de uma faculdade;

A profissão de perito grafotécnico é profissão tão em alta que sempre é destaque nas mídias.

materia exame sobre profissao de perito grafotecnico

materia exame sobre perito grafotecnico

materia terra sobre profissional da pericia grafotecnica

materia R7 perito grafotecnico profissao em alta

E então, convencido de que ser um perito grafotécnico é a melhor opção para você conquistar uma segunda fonte de renda e ganhar muito dinheiro trabalhando na área, sem abandonar sua atividade atual ?

Clique no botão abaixo e conheça o curso de perito grafotécnico que oferecemos.

quero conhecer o curso de perito grafotécnico


Leia também...

O que é imagem pessoal?
O que é imagem pessoal?

Imagem pessoal: um termo que poderia ser considerado uma dos mais relevantes nos dias atuais. Isso porque...

Ler tudo
O que faz um consultor de imagem pessoal?
O que faz um consultor de imagem pessoal?

No mundo em que vivemos hoje, ter uma imagem pessoal agradável é essencial para o nosso sucesso profissio...

Ler tudo
Para que serve uma consultoria de imagem?
Para que serve uma consultoria de imagem?

Muito além de ser apenas um trabalho estético, a consultoria de imagem tem muito mais a oferecer...

Ler tudo

Compartilhar nas Redes Sociais...

Cadastre-se para receber as novidades
Cursos em Destaque
Curso de Perito Grafotécnico
Curso de Visagismo
Curso Como ganhar dinheiro com venda de carros